Oi meu amor...


Aqui estou eu a pensar mais uma vez em ti,
A pensar nos momentos felizes que vivemos,
São muitos mas alguns deles são especiais,
Tão especiais que é como se estivessem,
Agora mesmo acontecer, lembro-me de tudo,
Ou quase tudo, mas há momentos que eu nunca,
Esquecerei, e queres exemplos?!
Olha estou-me agora a lembrar do nosso primeiro beijo,
De tu ao inicio teres virado a cara, de não o quereres dar,
Mas depois deixas-te o teu coração falar mais alto,
E acabaste por me beijar, lembro-me depois das palavras,
De eu te ter dito "adoro-te" e que ia para a net para falarmos!
   

        Da net recordo-me de tu teres dito "éramos amigos e depois disto como é que ficamos?!" e eu disse "ficamos" lembro-me ainda de teres dito que os teus lábios ficaram em brasa a quando do beijo, fiquei feliz, muito feliz por saber que estavas a gostar de mim...
   

Tua face pura, linda como a luz que ilumina o nosso mundo
Teus olhos verdes, brilham mais do que qualquer rubi ou esmeralda
Têm ainda mais valor do que qualquer pedra preciosa
Teus lábios, sedosos macios de um sabor inexplicável
São neles que eu me perco, que eu sinto o valor da vida
Teu corpo, digno de uma verdadeira deusa,
Ele me deixa louco de desejo, de o tocar, sentir e beijar
Hm, como é bom poder dizer que me pertences
Que és a minha namorada, o meu amor
Sinto dentro de mim uma força muito grande
Quando do teu lado eu estou, e quando não estou

        Do teu lado, não me sinto só, pois estás dentro da minha alma, do meu coração, da minha mente, a única coisa que eu não sinto é a tua presença física que tanto me faz falta, da tua voz, das tuas palavras doces e meigas, do teu amo-te, para que eu me sinta ainda mais feliz, é bom saber que me amas, mais ainda saber que estás agora neste instante do meu lado, eu te amo, deixa-me te dizer ao ouvido bem baixinho e com uma voz bem meiga o quanto eu te amo, estou feliz por estar a escrever para ti, enquanto escrevo vou-me lembrando de todos os momentos marcantes da nossa curta vida em conjunto, vai fazer 5 meses, que eu me sinto o homem mais feliz e realizado do mundo, sei que em cinco meses não tivemos muito tempo junto, eu bem que não me importava nada de passar 24h sobre 24h contigo do meu lado, então poderia afirmar com todos as letras que o mundo é belo e onde só existe amor, amor para dar e para receber, é assim que eu penso quando do teu lado eu estou, é assim que me estou a sentir neste preciso momento, sinto saudade, estou com saudade dos teus beijos, dos teus carinhos, da tua voz meiga, da tua presença (física), não vejo a hora de te dar uns beijinhos de te dizer ao ouvido que te amo, de te poder abraçar, (ai um suspiro), um suspiro de amor, de saudades, de felicidade de conformismo pois do meu lado não estás, nem podes estar neste preciso momento, olho no horizonte e só vejo felicidade do teu lado, vejo em redor e só vejo saudade, acredita na terça quando me fui embora e me meti no comboio a primeira coisa que eu senti foi a tua falta, a falta dos teus carinhos, não me importava nada de passar os restos dos meus dias como estávamos na estação, tu em cima do meu colo e eu a sentir o teu coração a bater, ou então quando trocamos de posição eu em cima de ti e tu a me dares carinho foi algo de único, algo para nunca esquecer e recordar sempre, é para ficar no álbum de memórias! Gravado na minha cabeça, bem estou a começar a ficar triste, pois estou a te escrever e tu não dizes nada, não dizes porque não estás do meu lado, as saudades aumentaram muito desde que comecei a escrever isto acho melhor parar porque senão ainda me emociono e depois é que são elas, bem acho que já te disse tudo pelo menos por agora, por isso só te tenho a dizer isto, simplesmente isto te amo muito, simplesmente AMO-TE...

        Amor da minha vida, amo-te muito!

2 Novembro de 2002